O futebol tem jeito; a babaquice, nem sempre

Sempre fui louco por futebol.

Nunca soube jogar.

Me sobrou ser um torcedor fanático.

Escolhi o melhor: SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE.

Por conta disso e da trivialidade da idiotice, sempre me sobra uma brincadeira usando o Bambi, o bicha, o veado e etc.

Não só nunca liguei como sempre achei babaca. Eu sei lá. O mundo já andou tanto pra gente ainda se comportar assim, ainda mais porque são tantas as possibilidades de brincadeiras e trocadilhos no mundo do futebol, que a babaquice em teimar ser homofóbico me soa duplamente descabida.

Hoje, me mandaram essa foto. O ângulo sugere que o manequim com a roupa do São Paulo é gay. Claro que a legenda era outra babaquice.

Olhei a foto e gostei. Se o gay curte futebol e gosta de torcer por um time, pois que seja pelo meu São Paulo, o maior de todos. Que seja bem vindo e sinta-se total e completamente à vontade entre a gente. Que traga seu amor para torcer junto, mesmo que torça pra outro time.

Que a beleza e a magia do futebol sejam livres, acolhedoras, inclusivas e leves pra galera toda. TODA mesmo.

O futebol sempre tem jeito. Já a babaquice, nem sempre.